13/03/2016 às 14h59min - Atualizada em 13/03/2016 às 14h59min

Com prioridades distintas, América e Atlético se reencontram em clássico no Independência

Futebol Mineiro

Depois de empate em duelo válido pela Primeira Liga, há apenas 11 dias, América e Atlético voltam a se enfrentam no Estádio Independência. Os rivais de Belo Horizonte travam confronto direto por vaga na semifinal do Campeonato Mineiro, neste domingo, às 16h, pela sétima rodada. Mandante no clássico, o Coelho tenta quebrar série negativa no Estadual, enquanto o Galo, com reservas, pode chegar à liderança – provisória, já que o Cruzeiro, primeiro colocado, folga neste fim de semana. 

Quinto colocado na tabela, com 10 pontos – dois a menos que os últimos times do G-4, Uberlândia e Villa Nova, o América tenta voltar a vencer no Campeonato Mineiro. Nas duas rodadas anteriores, o time do técnico Givanildo Oliveira empatou com o Cruzeiro e foi superado pelo Tricordiano. Nos últimos três clássicos contra o Atlético no Horto, o Coelho empatou dois e venceu um – justamente na fase classificatória do Estadual do ano passado. 

O América tem problemas na escalação para o confronto com o rival. Givanildo não poderá escalar a dupla de zaga titular, formada por Alison e Sueliton. Os defensores, que disputaram todos os jogos na atual temporada, estão suspensão devido ao terceiro cartão amarelo e serão substituídos por Adalberto e Artur. Lesionados, o lateral-direito Jonas e o meia-atacante Osman, artilheiro do Mineiro, também estão fora da partida. 

Em encontro recente pela Primeira Liga, América empatou com Atlético, também com reservas
A outra novidade no Coelho será no ataque: Tiago Luís na vaga de Bruno Sávio. Esta formação foi testada durante os treinamentos da semana. Desta forma, o América deve ir a campo com João Ricardo, Pablo, Artur, Adalberto e Bryan; Leandro Guerreiro, Ernandes, Rafael Bastos, Tiago Luís e Tony; Victor Rangel.

Recuperado de lesão, Adalberto estreará com a camisa do América neste domingo. O zagueiro ficou no banco nos dois últimos jogos, mas não foi aproveitado. Ele demonstrou confiança para assumir a vaga na equipe titular definitivamente e exaltou a qualidade do adversário alvinegro. 

“Todos os dias, eu procuro trabalhar com muita determinação e empenho. Assim, sempre quando aparecer a oportunidade, eu vou estar preparado. E eu estou preparado. Passei por uma situação parecida quando atuava pelo Fortaleza. Entrei quando os dois zagueiros titulares se machucaram. Depois, nunca mais saí da titularidade. O Atlético é um timaço. Acho que vai ser um jogo difícil, mas temos de estar preparados, atentos e concentrados pra que possamos fazer um bom jogo”, comentou. 

NOVIDADES E DESFALQUES NO ATLÉTICO 

Vice-líder do Mineiro, com 13 pontos, o Atlético vem com desfalques, um time praticamente reserva e algumas boas novidades para o clássico contra o América. O técnico Diego Aguirre não poderá contar com Robinho e Dátolo, ambos impossibilitados por questões médicas. No último coletivo antes do confronto deste domingo, o treinador optou por escalar o time que deverá enfrentar o rival com somente uma peça considerada do elenco principal. O meia equatoriano Juan Cazares, que atuou apenas 45 minutos no Chile, fará a ligação entre o meio-campo e o ataque da equipe. O fato novo fica por conta da estreia de Clayton com a camisa do Galo.

O craque Robinho foi liberado das atividades desse sábado, na Cidade do Galo. O jogador ainda se recupera de um quadro de febre, provocado por uma infecção causada pela picada de um inseto. Além do atacante, o meia Dátolo também não está à disposição doo treinador. O argentino sentiu uma fisgada na coxa, durante a partida contra o Colo Colo, no Chile, e também está vetado para a partida contra os chilenos, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

Estreante, atacante Clayton é principal novidade do Galo para clássico no Independência
Diego Aguirre realizou trabalhos físicos, técnicos e táticos com o grupo que vai para o clássico. O uruguaio escalou a equipe que deverá entrar em campo com Giovanni; Carlos César, Tiago, Gabriel e Patric; Júnior Urso, Eduardo e Cazares; Hyuri, Thiago Ribeiro e Clayton. Outras novidades entre os relacionados para a partida, o meia Thalis e o atacante Luis Guilherme, ambos de 19 anos, do sub-20 do Galo, integram a delegação atleticana.

O atacante Clayton teve a situação regularizada no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), e finalmente poderá estrear com a camisa alvinegra. O jogador foi a última contratação do clube para o elenco desta temporada. O Atlético pagou ao Figueirense cerca de três milhões de euros para adquirir 50% dos direitos econômicos do jogador, que assinou contrato por cinco anos.

Clayton precisou ter paciência para aguardar sua estreia. O jogador treina com o grupo atleticano desde o dia 29 de fevereiro. Com a documentação regularizada, o atacante se diz pronto para jogar, mesmo ainda sem saber em que parte do campo será escalado. “Me sinto tranquilo e preparado para jogar amanhã. Venho cada dia trabalhando mais e melhor para quando pudesse jogar estar preparado para esse momento”, comentou.“Ele (o técnico Diego Aguirre) tem me usado tanto do lado quanto centralizado. Jogo de centroavante, de atacante de beirada e de meia também. Independente de onde estiver jogando, vou dar o meu melhor pelo Atlético”, finalizou. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »