13/03/2016 às 15h01min - Atualizada em 13/03/2016 às 15h01min

Reservas do Grêmio tomam susto, mas vencem Cruzeiro no Gauchão

Correio do Povo

Os reservas do Grêmio levaram um susto, mas conseguiram vencer de virada por 3 a 1 o lanterna Cruzeiro na noite deste sábado no estádio do Vale, em jogo válido pela nona rodada do Gauchão. Os gols da partida foram marcados por Caion, pelo Cruzeiro, Pedro Rocha, Bobô e Lincoln, para o Tricolor.

Com a vitória, o Grêmio chegou aos 19 pontos e está na terceira colocação do Campeonato Gaúcho. A próxima partida pela competição será contra o Ypiranga, em Erechim, no domingo. Antes disso, o Tricolor volta as suas atenções para a Libertadores, onde enfrentará o San Lorenzo em Buenos Aires na terça, às 21h45min.

Grêmio leva susto, mas busca virada

Atuando com os reservas após uma sequência forte de jogos envolvendo Gauchão e Libertadores, o Grêmio entrou em campo neste sábado para encarar o lanterna Cruzeiro em Novo Hamburgo.  Quem esperava um jogo fácil para o Tricolor acabou encontrando um duelo equilibrado nos primeiros minutos e que depois foi dominado pelo mandante, o Cruzeiro. Ainda que os dois times adotassem uma postura ofensiva, era a equipe de Cachoeirinha quem ditava o ritmo, com mais posse de bola e ações ofensivas.

Apesar disso, O Grêmio chegou com força ao ataque aos 19 minutos. Após boa jogada de Bobô, Lincoln lançou Fernandinho na entrada da área. Cara a cara com Andrey, o atacante não conseguiu driblar o goleiro e, quando chutou, acabou abafado pela zaga cruzeirense.

Cinco minutos depois, o Cruzeiro deu a resposta de maneira efetiva. O gol saiu de uma lance despretensioso. O lateral Rodrigo Heffner cobrou uma lateral e colocou a bola dentro da área. Na primeira trave, o zagueiro Vladimir cabeceou e a bola sobrou para Caion na segunda trave. Livre de marcação, o centroavante só teve o trabalho de cumprimentar Bruno Grassi e abrir o placar no estádio do Vale.

O gol parece ter acordado o Grêmio, que já na saída de bola respondeu à altura. Marcelo Hermes lançou Pedro Rocha em alta velocidade na meia-esquerda. O garoto tocou na saída do goleiro Andrey e empatou a partida em 1 a 1. D

e volta ao jogo, o Grêmio ainda não conseguia tomar as rédeas da partida. O time teve de passar por dois sustos antes de virar o placar. Aos 29, após cobrança de falta, Vladimir cabeceou e a bola passou tirando tinta da trave de Grassi. Dez minutos depois, Caion apareceu livre novamente em um escanteio e colocou a bola na trave do Tricolor.

Justamente no momento em que não atuava tão bem, o Grêmio encontrou a virada. Lincoln executou uma cobrança de falta e encontrou Bobô livre na segunda trave. O centroavante cabeceou de peixinho e colocou o Tricolor na frente, decretando a vantagem parcial no término do primeiro tempo.

Eficiência gremista fala mais alto

A exemplo do primeiro tempo, o Cruzeiro começou tentando pressionar o Grêmio desde o minuto inicial, tanto que aos três minutos o centroavante Caion lançou o colega Tiago Alagoano dentro da área. O meia driblou Marcelo Hermes e bateu de canhota. Para sorte do Tricolor, a bola passou perto do gol de Grassi.

Mesmo sem fazer uma grande partida, o Grêmio conseguia aproveitar as chances que encontrava. Uma oportunidade apareceu aos 10 minutos, quando Lincoln foi lançado dentro da área e foi derrubado pelo zagueiro Vladimir. A arbitragem assinalou o pênalti, que foi convertido pelo próprio garoto, ampliando a vantagem gremista para 3 a 1.

O terceiro gol deu tranquilidade ao Grêmio, que finalmente começou a controlar as ações ofensivas do adversário. Abatido, o Cruzeiro já não tinha o mesmo ímpeto dos minutos iniciais. Aos 13 minutos, o técnico Pereira retirou Chiquinho e colocou Mateus para dar novo fôlego ao time, mas a modificação não teve efeito.

Percebendo que o jogo estava praticamente dominado, Roger Machado decidiu mexer na equipe, promovendo duas substituições de uma só vez. Fernandinho deu lugar a Tontini, enquanto Bobô deixou o gramado para a entrada de Henrique Almeida.

No restante da partida, o Grêmio conseguiu controlar o adversário e administrar o resultado até o fim. Sem correr riscos, o Tricolor levou três pontos fora de casa e se aproximou da vice-liderança, que ainda segue com o Juventude.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »